terça-feira, 20 de janeiro de 2015

76. Tá caindo estrelas cadentes iluminando o nosso amor

Luan: Estava tudo bem né? – indagou um pouco irónico.

Mel: Está tudo bem sim amor. Você está aí há muito tempo? – pareci convincente e ele me olhou desconfiado.

Luan: Cheguei há pouco, você estava lavando o rosto. Porquê a demora?

Mel: Nada, fiquei com calor apenas, aí vim me refrescar um pouco. – acariciei seu rosto.

Luan: Vamos voltar, pedi uma sobremesa pra gente. – falou empolgado – É um sorvete com bolo para dois, parece delicioso.

Mel: Hum, estou curiosa pra saber como é. – O garçon trouxe uma taça enorme com a sobremesa que Rafa tinha pedido e ao contrário do que imaginei a fome voltou e depois de ele tirar uma foto devoramos.






Saímos do restaurante já eram 22h45, Pedro disse que a praia era ali perto e em menos de 5 minutos chegámos. Não estava muita gente e nos sentamos na areia mesmo. Rafa se sentou e eu me coloquei entre as suas pernas sentindo os braços dele me acolher.

Luan: Pedro – chamou olhando para o nosso lado esquerdo onde ele estava. – Preciso de conversar com você.

Pedro: Diz aí.

Luan: Eu queria fazer um luau na praia uma noite aí, cê sabe se tenho de pedir alguma autorização?

Pedro: Pelo que eu sei não, acho que pode fazer na boa. Mas o melhor é você falar com o hotel onde cê tá. Eles costumam organizar algumas festas na praia da frente onde vocês vão.

Luan: Vou falar, queria uma coisa assim bem exótica sabe? Com velas iluminando, bebidas, travesseiros e toalhas para nos sentarmos.

Pedro: Tô vendo, mas é isso aí, fala com o hotel que eles até te arranjam tudo isso.

Luan: Valeu. Cê por acaso não toca violão não?

Pedro: Eu não, mas a minha irmã sim.

Luan: Legal, será que ela me empresta?

Pedro: Que pergunta idiota, aquela ali dava tudo pra você. – disse nos fazendo rir. - Está começando a chover. – disse avisando a galera que conversava e logo se calou observando aquele fenómeno natural.


Postei uma foto, e até agora as fãs do Rafa não sabiam onde estávamos. Até porque a galera não localizava nem dava muita informação nas legendas também. Estávamos todos em casal e Marquinhos e Dany estavam sentados lado a lado.


Mel: Amor? – olhei para trás olhando Luan – O Marquinhos é muito pegador que nem você era? – perguntei e ele semicerrou os olhos.

Luan: Não era pegador muié – falou indignado.

Mel: Me engana, só que você comia quieto e a maioria nem sabia. Pensa que eu não sei. – sorri e ele retribuiu.

Luan: Cê me conhece bem. – beijou meu ombro – Mas ele não é muito não, pega uma e outra, mas nada assim de muito excessivo. Porquê?

Mel: Nada não, só pra saber. Assim é mais fácil da Dany e ele se entenderem. – ri – Porque se fosse pegador não sei se ela queria entende?

Luan: Entendo, mas o amor tudo muda. Olha eu, era mulherengo, aí você apareceu e só tive olhos pra você. – Selou nossos lábios e voltamos a ver as estrelas cadentes – Está pedindo desejos? – sussurrou.

Mel: Estou, todos com você incluído.

Luan: Tomara que a gente esteja pedindo igual, assim eles se cruzam e acontece.

Mel:_ Sério? – indaguei curiosa e o olhei.

Luan: Não sei, mas faz sentido. – rimos.


As estrelas foram diminuindo e Pedro disse que o show começaria dali a meia hora. Fomos andando até á praça onde o palco estava montado. Seria um espetáculo simples, de uma dupla apenas com voz e violão. Não estava muita gente, mas a que estava parecia ansiosa para ver. Ficámos perto do palco e logo as luzes se acenderam iluminando o local. Os dois rapazes entraram e depois de se apresentarem começaram tocando. As músicas eram conhecidas internacionalmente e Luan balançava o seu corpo me abraçando pro trás. Algumas músicas brasileiras faziam parte do repertório, desde as mais calmas ás mais animadas. Estava dançando coladinha com Luan quando a dupla mudou a batida e iniciou uma música tão conhecida por mim e pela galera – Amar não é pecado. Fomos á loucura com isso e todos nos olhavam estranho rindo em seguida.


Luan: Amor eu vou lá. – falou decidido e empolgado.

Mel: Mas amor, assim do nada?

Luan: É, vai ser surpresa. – riu e correu subindo o palco.


Os espectadores ficaram surpresos, mesmo não reconhecendo quem era e a dupla parou olhando Luan. Ele falou algo com eles e pegou no micro cantando a sua música enquanto os rapazes o acompanhavam com o violão. Rafa me encarava cantando e no final falou novamente com os rapazes que assentiram prontamente ao seu pedido. “Pra sempre com você” era a melodia que soava da voz dele que mais uma vez me encarava. Foi chegando mais gente para ver Luan que depois cantou algumas brasileiras com os meninos e para terminar a sua participação cantou Bailando animando todo o mundo ali. Marquinhos me convidou pra dançar com ele mas o empurrei pra Dany.


Mel: Você não consegue estar longe da música né? – falei o abraçando assim que ele voltou.

Luan: Faz parte de mim e daquilo que sou. Assim como você. – sorrimos e nos beijamos ali no meio da galera mesmo.

Mel: O Marquinhos queria dançar comigo. – ri lembrando da cena. – Mas mandei ele pra Dany.

Luan: Não dei autorização pra ele dançar contigo não! – falou bravo e riu logo em seguida. – Mas cê já sabe de tudo né? Tá se saindo bem de cupido.

Mel: Estamos amorzinho. – rimos e ficamos até o fim do show. Os meninos vieram pedir autógrafos e fotos a Luan, e as outras pessoas vendo seguiram o gesto. Claro que Luan não se importava e vendo as pessoas elogiando a sua voz e perguntando o seu nome era bom demais, com certeza mais admiradores surgiriam.


Ontem pássamos o dia todo na praia e não saímos de noite, preferimos jogar conversa fora na piscina. Hoje, sábado, faríamos jetsky e a Banana como Luan tinha sugerido. As motas estavam ali esperando a gente montar e sair “marzão a fora”, como disse Rafa. Colocámos os coletes e ele me puxou para uma mota. O agarrei e ele deu partida. Nunca tinha andado e a experiência era incrível. A galera logo nos acompanhou, até Amarildo arriscou trazendo Mari consigo. Depois de algum tempo passeando ali voltamos para a costa e Pedro foi preparar a Banana para a gente. Nos divertimos imenso e toda a gente caiu, até Luan que estava resistindo bastante.


Luan: Amor falei com a galera do hotel e hoje vai ter luau. – chegou no quarto gritando de alegria. Hoje era domingo e tínhamos acabado de chegar da praia.

Mel: Assim tão rápido? – me admirei rindo dele.

Luan: Sou foda amor, ser o Luan Santana tem as suas vantagens né? Até aqui. – riu.

Mel: Vamos avisar o pessoal então.

Luan: Já estou avisando. Vou ligar para o Pedro também, para trazer a Maria e o violão.


Tomamos um banho juntos e nos arrumamos, jantamos e logo depois Pedro chegou. Maria abraçou Rafa e lhe deu o violão.


Luan: Vou assinar ele pra você depois.

Maria: Jura? – ele assentiu rindo. – És o melhor ídolo do mundo.

Luan: E eu não sei?! – Falou convencido em tom de brincadeira.

Mel: Claro que sabe, você é o fodão da área. – falei rindo e ele me descabelou. – Só toma cuidado para não apanhar a lerdeza dele Maria. – zoei mais ainda e ele deu o violão pra menina vindo me encher de cócegas. – Pára amor! – o povo ria mas deixavam ele judiar de mim. – Tá bom, você é o melhor em tudo. – Ele parou.

Luan: Eu sei que sou, grande novidade. – continuou com a brincadeira e o puxei para um beijo. Atravessamos a rua e nos deparamos com um ambiente incrível na praia.




Nos sentamos e um funcionário do hotel chegou ali com um grupo de pessoas que quiseram participar com a gente. Durou longas horas e só então fomos dormir. Hoje faríamos mergulho. Estava super ansiosa e só espero não enjoar. Por falar nisso, nunca mais voltei a ter enjoo, ainda bem. Pedro dava as instruções á galera e Luan não me deixou ouvir.


Luan: Eu que sou seu professor, cê vai me ouvir só a mim.

Mel: Sou toda ouvidos. – Luan me informou de tudo que precisava fazer e saber.


Depois de fatos vestidos e equipamento colocado Luan agarrou minha mão e nos sentamos na borda do barco, caindo juntos para trás. O fundo do mar era ainda mais incrível, toda aquela beleza era impressionante. Rafa não me largou um só momento e Pedro levava uma máquina fotográfica para registrar todos os momentos. Luan fez pose e tirámos uma foto juntos. 




Voltámos para o barco e ao invés de voltarmos imediatamente, Pedro nos levou a passear um pouco. Estava junto das meninas e vi Luan conversar com Pedro. Me admirei, mas o certo é que depois que nos resolvemos ele nem implicou com o menino, também depois de o ver com a Anita sabia que não valeria a pena.


Mel: O que você estava conversando? – perguntei quando ele se sentou ao meu lado.

Luan: Nada não. – falou tenso – Era sobre mergulho amor. – me beijou e fiquei com a pulga atrás da orelha, mas não tinha como duvidar dele.


Pedro nos informou de uma festa na praia que haveria esta noite. Me vesti e Rafa estava me esperando sentado na poltrona.


Luan: Cês demoram uma eternidade. – reclamou.

Mel: Tu não demorou hoje porque a sua juba decidiu ficar do jeito que você queria rapidinho. 

Luan: Juba? Respeita o meu cabelinho oxê. Tadinho, merece cuidado ué. – falou passando a mão no cabelo. Ri e terminei de me maquiar.




Luan: Minha deusa.

Mel: Sou tudo que você quiser meu amor.

Luan: Minha esposa. – falou baixo e sério. Me virei para ele e o vi me fitar.

Mel: Um dia se Deus quiser. – sorrimos.

Luan: Ele quer. – disse convicto.

Mel: Hoje temos de juntar o nosso casal.

Luan: Oba. – festejou – Trate de embebedar a Dany que eu faço o mesmo com o Marquinhos.

Mel: Cê não acha um pouco injusto isso?

Luan: Não amor, só assim para eles ficarem. – beijou minha testa e me levou para fora do quarto.

Mel: Amor espera aí. – disse o impedindo de fechar a porta e corri para o banheiro.




Boa noite amores :) Muito amor ainda mas agora a Mel correu pro banheiro. Será que o Luan vai levar ela no hospital ou vão pra festa? E o que acontecerá? Acham que eles vão conseguir juntar o casal? Comentem, beijos <3



14 comentários:

  1. O luan tem que levar ela pro hospital pra descobrir logo, luan com papo de esposa sera que vai, seria as férias mais que perfeita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será que vem casamento? Acho que não ou sim? kkkk

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Obrigado :) Aguardem que amanhã será o começo de algo emocionante *.*

      Eliminar
  3. Acho que cheguei ao capitulo desejado :p
    ahaha continua amor está demais *-*

    bjooo adoro-teee

    ResponderEliminar
  4. Ah morta, jogada no chão com esse capítulo

    ResponderEliminar
  5. Fafa agora aprendi a comentar por aqui 😂😂😂😂😂

    ResponderEliminar
  6. Que capítulo lindoooo!! Acho que o Luan vai levar a Mel pro hospital!! Amoreee, eu desinstalei o Viber, então só vi agora o capítulo!! Me avisa pelo whatsapp se vc tiver?? Obrigada!! Capítulo arrazador!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acha? Sei não ahah
      Tá bom amor, não sabia ahah Tenho sim, te aviso por lá! Obrigadooo <3

      Eliminar
  7. Luan tá que tá. Falando até sobre casamento.
    Eu só espero que a Mel não encha a cara na festa. Pois se for o que todos nós pensamos, pode fazer mal. :D
    Ela precisa ir para o hospital, mulherrrrr! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele tá feliz kkkkkk
      Será que ela vai tomar cuidado?
      Ela vai, mas não agora ahah

      Eliminar