domingo, 1 de fevereiro de 2015

88. Surpresa fracassada

Luan: Amor deixa pra lá vai, o que você queria que estava me chamando? – desviou o assunto e me sentei ao lado dele.

Mel: Vim te chamar para jantar.

Luan: Então vamos lá. – deixou o livro debaixo do travesseiro do sofá e se levantou me puxando junto. Mas quando estava me levantando peguei no livro.

Mel: Peguei… - fiz uma pausa e semicerrei os olhos olhando Luan e o livro – Você está lendo um livro sobre gravidez amorzinho? – sorri de canto e ele ficou envergonhado.

Luan: É, eu encontrei lá na biblioteca em casa dos meus pais.

Mel: Não precisa ficar com vergonha, não são todos os homens que se interessam por saber mais da gravidez da mulher, isso só demonstra a tua curiosidade e a tua vontade de ajudar e apoiar.

Luan: Você não acha meio coisa de viado ler livrinhos de muié? – coçou a nuca me olhando receoso.

Mel: Claro que não, e de viado você não tem nada. – rimos. – Você já aprendeu muita coisa?

Luan: Comecei há pouco amor, só li os sintomas ainda. Depois continuo.

Mel: Tá bom. – me levantei finalmente e selei nossos lábios – Vamos comer que estou esfomeada.


Era terça de tarde e estávamos indo fazer o exame no Dr. Eduardo, deixei a minha avó na Mari e fomos logo atendidos assim que chegámos.


Dr. Eduardo: Bom, eu não ia pedir para você fazer esse exame, mas como é importante para prevenir vamos lá. Pode se despir e deitar na maca Melissa.

Luan: Doutor mas se não é preciso ela não faz ué. Não há necessidade do senhor ir lá… - fazia gestos com as mãos nos arrancando gargalhadas.

Dr. Eduardo: Não te preocupes meu rapaz, não vou tocar na sua mulher. – o aliviou.

Tirei a calcinha e como estava de vestido facilitou bastante. Me deitei e Luan estava observando tudo. O doutor pegou na pinça e fez todo o procedimento sob o olhar estranho de Rafa.

Luan: Graças a Deus nasci homem.

Dr. Eduardo: Mas isto não dói nada.

Luan: Mesmo assim, as muié tem de fazer esses trem todos coisa, quero nem pensar. – rimos do seu jeito e logo me vesti.


Quinta feira e a gente se arrumando para o casamento do Thiaguinho, tinha ido no salão de manhã e precisei apenas de retocar o batom e me vestir, optei por um vestido larguinho na cintura de modo a disfarçar.




Luan: É muito perfeita cara. – me olhava de cima  abaixo.

Mel: E sua, apenas sua. – selei nossos lábios e partimos.


Tinha muita gente famosa, tanto atores como cantores, apresentadores e familiares dos noivos. O casamento foi lindo e aquele casal merecia toda a felicidade do mundo. O salão da festa ficava num hotel em Sampa e quando chegámos várias fãs esperavam Rafa que as atendeu prontamente.




A mesa reservada para a gente era junto com a Ivete, o seu marido e o seu filho.


Ivete: E vocês quando vão casar?

Luan: Já estamos noivos agora é só esperar o… - se calou assim que se apercebeu do que iria dizer.

Ivete: Eu soube da novidade, mas vão esperar o quê? – Luan me olhou, a Ivete era de confiança e resolvi revelar.

Mel: Esperar que o nosso filho nasça. – disse e Luan apertou minha mão por cima da mesa.

Ivete: Você está grávida? – falou baixo para que ninguém ouvisse e assenti. – De quantos meses?

Luan: Faz dois amanhã. Mas só vamos anunciar quando tiver três meses. – se intrometeu, ele nunca esqueceria a data.

Ivete: Por isso não notei nada. Muitos parabéns, vocês merecem toda essa alegria. Meu filhinho tá crescido meu Deus. – falou emocionada para Luan.

Luan: Pro cê ver Veveta, estou mó felizão com isso.

Daniel: Acredito, eu também fiquei super feliz quando a Ivete me contou da gravidez do Marcelo.

Luan: É bom demais ser pai.

Ivete: Eu quero ser mãe de novo este ano. – sorriu – Não tem sensação melhor né Melissa?

Mel: Aham. Agora falta uma menina Ivete.

Ivete: Pois é, dá muito trabalho uma menina mas ter uma princesinha em casa é gostoso.

Luan: Não fala isso Ivete, eu só de pensar que possa ser menina e que terei de ouvir ela dizer que está namorando me dá uma coisa má.

Daniel: Eu não sou tão ciumento assim não. – riu.

Ivete: Toma jeito menino, cê lá vai proibir a menina de namorar? – reprovou Rafa que continuava com o olhar desesperado.

Luan: Se for cedo demais vou, se não vai para colégio de freira. – tivemos de rir, até Marcelo com os seus quatro aninhos riu da gente. – Que foi moleque? – bagunçou os cabelos do menino – Quando cê vai cantar comigo e com a sua mãe?

Marcelo: Quando vocês me chamarem, eu gosto muito de subir no palco da mamãe, me sinto importante. – falou do seu jeito engraçado.

Ivete: Não fala essas coisas pra ele Laurence, ainda é cedo para isso.


Depois do jantar fomos falar com os noivos e lhes parabenizar.


Luan: Agora já pode ir com tudo irmão.

Thiaguinho: A gente vai né amor? Filhos é o que nós queremos.

Fernanda: Felicidades para vocês também, estou ansiosa para conhecer esse bebezinho. – tocou minha barriga disfarçadamente.


Na sexta me despedi de Luan, ele iria viajar e insistiu para que fosse mas decidi ficar em casa com a minha avó. Ele voltaria na terça, e convidei meus sogros para lá irem no finde. Na segunda chamei Bruna para passar o dia comigo.


Bruna: O aniversário do Luan está chegando. – disse enquanto pintava minhas unhas.

Mel: Pois é, já ando pensando numas coisas aí, quando tiver certeza de que dará certo te aviso pra me ajudar.

Bruna: Acho que ele tem show no dia antes, ou seja, vai passar a meia noite no palco.

Mel: Eu sei, e estava pensando numas coisas sobre isso mesmo. Mas depois te digo.

Bruna: Cunha vamo comigo num barzinho hoje de noite?

Mel: Barzinho na segunda Bruna? Eu vou ligar para o Rafa e saber o que ele acha disso.

Bruna: Apenas avisa. É uma coisa leve, vou com meus amigos do teatro, você ia se divertir.


Antes de jantar liguei para Rafa e dava caixa postal. Bruna foi para casa depois de comer e disse que passaria por lá pra saber a minha decisão. Continuei tentando falar com Luan e nada dele atender. Comecei a me arrumar, com certeza ele não iria se importar se eu fosse. Bruna passou ali e partimos no meu carro.



Luan On:


Tinha dito a Melissa que voltaria na terça para casa mas consegui adiantar as entrevistas na rádio e viajar na segunda mesmo. Cheguei pelas 22h em Sampa com a intenção de a surpreender, provavelmente estaria assistindo tv. Assim que aterrei vi que ela me ligou várias vezes, mas não devolvi a chamada, queria surpreende-la e para isso comprei um ramo ali no aero mesmo assim como uma pulseirinha que vendia numa joalharia dali, era bem delicada e dizia em letras redondas “Love”. Abri a porta e na sala estava a avó.


Lúcia: Já meu amor? – se levantou vindo me abraçar.

Luan: É, consegui resolver tudo e vim fazer uma surpresa para a Mel.

Lúcia: Ela saiu com a sua irmã.

Luan: Como assim saiu? Foram para onde? – me preocupei na hora.

Lúcia: Foram num barzinho com os amigos da Bruna.  – Não gostei nada de saber disso. Melissa não era de sair sem mim, por isso me tentou ligar, mas mesmo assim foi.

Luan: Não disseram a que horas voltavam?

Lúcia: Não meu neto, mas não devem chegar tarde. – assenti e subi para tomar um banho. Voltei a descer e nada delas chegarem. Fiquei com a avó vendo tv e quase perto da meia noite elas chegaram conversando e rindo baixinho.

Mel: Ainda não foi dormir vó… - parou de falar assim que me viu – Rafa, você já veio? – abriu um sorriso mas eu estava um pouco chateado.

Luan: Parece que sim. – falei seco e ela veio me abraçar e beijar, retribuí. – Dona Bruna que ideia foi essa de levar a Mel num barzinho? – a fulminei.

Bruna: Era só pra gente se divertir um pouco.

Luan: Não quero saber que você anda levando a Melissa com você nas suas saídas. – falei firme e ela se encolheu.

Mel: Oh meu Deus me dê paciência. – falou se sentando e me olhando com má cara. – Foi só uma saída com a sua irmã e os amigos dela, coisa simples, sem confusão. Dá pra parar de querer autorizar tudo que quero fazer? Além do mais, te liguei.

Luan: Me ligou mas eu estava no avião vindo te surpreender. – lhe atirei e ela bufou.

Mel: Eu não sabia, e que mal tem em sair? Me fez bem e estamos sãs e salvas. – falou com ironia.

Luan: Você vai dormir aqui Bruna? – ela assentiu receosa pela forma que estava falando. – Avisou os pais?

Bruna: Claro que sim, eu acho melhor subir.

Mel: Eu subo com você assim já te dou as roupas para dormir. – se levantou e as segui.

Bruna: Obrigado Melissa, e Luan, me desculpa ter levado ela, mas não havia problema. Desculpa mesmo. – falou baixo e assenti, assim que ela saiu, Melissa entrou no banheiro. Saiu já com o pijama e nem me disse nada.

Luan: Não vai falar comigo?

Mel: Depois de seres um ogro ciumento não. – se deitou ficando de costas para mim.

Luan: Entende o meu desespero ao chegar aqui e saber que você saiu. Eu estava com saudade e queria te fazer uma surpresa e te ver feliz. – falei rápido.

Mel: Eu fiquei feliz quando te vi, mas você acabou com ela quando bancou o durão.

Luan: Me desculpa amor? Eu quero estar de bem cocê. Estou com tanta saudade. – falei manhoso a abraçando por trás.

Mel: Tá, agora me deixa dormir.

Luan: Você não me desculpou de verdade, está me falando assim fria. – resmunguei e ela se virou para mim.

Mel: Eu desculpo sim. – me beijou e ali senti que sim, ela estava de bem e com tanta saudade quanto eu.

Luan: Te trouxe uma surpresa. – me levantei e peguei no ramo e na caixinha da pulseira. – Abre.

Mel: Pra quê tudo isso, você ter vindo mais cedo já foi uma surpresa maravilhosa.

Luan: Eu quis te agradar meu amor.

Mel: Que fofinha. – disse assim que abriu a caixa. – Obrigado Rafa, adorei, de verdade. – selou nossos lábios e fui me deitando por cima dela.

Luan: Eu te amo muito. – beijei seu ventre e voltei os beijos para a sua boca e o seu pescoço.

Mel: Amanhã vê se pede desculpa á Bruna. – falou num sussurro e apenas grunhi assentindo espalhando beijos por cada centímetro dela.



Uma semana depois…


Mel On:


Mel: Doutor Eduardo é a Melissa, eu queria marcar uma consulta consigo ainda hoje será que dá?

Dr.: Dá sim, mas o Luan vem junto?

Mel: Não doutor, eu quero ir sozinha, e quero pedir segredo para o senhor, por favor.

Dr.: Tá bom, venha pelas 17h, estarei aqui para a atender. – desliguei e fui me arrumar.


Rafa estava viajando e chegaria no dia seguinte. Eu queria lhe fazer uma surpresa e só torcia para que tudo desse certo. Contudo, tratei do restante e liguei para as pessoas ideais para me ajudar no que estava aprontando. Ele chegou na quarta, mas na quinta já viajaríamos, e dessa vez iria com ele.


Luan: Amor meus pais não vão amanhã.– falou tristinho.

Mel: Porquê amor? – acariciei seu peito.

Luan: Eles disseram que tinham algo combinado já, eu queria passar os meus 24 anos com a minha família.

Mel: Eles no sábado com certeza vão ter com a gente. – tentei lhe alegrar.

Luan: Tomara, ao menos vocês vão. – fez carinho em minha barriga. - Cê tá precisando de ir ás compras amor?

Mel: Não, porquê a pergunta?

Luan: Sua barriga já cresceu, se precisar de roupas mais confortáveis a gente vai. – selou nossos lábios.

Mel: Por enquanto as minhas servem e tenho usado as mais larguinhas mesmo, depois a gente compra mais.


O show seria no Rio de Janeiro no Citibank e estava lotado. Já estávamos no camarim e sem que ele desse conta liguei para seus pais que me disseram que estava tudo preparado. Minha vó estava conversando com Luan e Bruna estava comigo, assim Rafa não desconfiaria de nada. 




Oi amores! Luan todo fofo lendo livro sobre a gravidez *.* E esse desespero no consultório? ahahah Casamento do Thiaguinho chegou e a Ivete sempre lindona né? Nosso casal teve uma pequena briga, Luan ciumentinho ahah Mas acabou tudo bem! Niver do Rafa chegando, o que será que a Mel andou aprontando? Comentem! Libero o próximo com 5 comentários, e este liberei com apenas dois aqui e dois no face, mas o próximo só com 5!

6 comentários:

  1. Luan ciumeeeeento kkkkk " Dr EDUARDO " aaaah esse nome amg, me acabando viu? Kkkk Quero saber que surpresa é essa *-*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah Eduardo sim amiga ahah não se acabe não ahah

      Eliminar
  2. Ah, então era um livro sobre gravidez. Certinho ele, precisa aprender a lidar. rs
    Luan, espere só o senhor fazer 40 anos. Terá de fazer o exame de próstata! Garanto que o constrangimento será maior kkkkk
    Luan precisa ser pai de menina! rs
    Mel precisa levá-lo em um psicólogo pra diminuir esse ciume rs
    Será alguma surpresa de aniversário que ela está preparando pra ele? O que será?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah ele quer estar informado de tudo ahah Ri muito com essa da próstata ahah Será uma menina? Logo mais vocês saberão! O que será essa surpresa?

      Eliminar
  3. Meu Deus que homem ciumentooo!! Haha!! Morri de rir com o desespero dele no exame da Mel e com o livro!! Hahahaha!! O que será essa surpresa?? Ai não me lembra que o Luan vai fazer 24 anos não!! Me recuso em acreditar que meu menino cresceu e já é um homem feito!! Anciosa pelo niver do Rafa!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que será? Né? O tempo passa tão rápido! Ele não vai mudar, vai ter 40 e ainda vai ter carinha de 20 ahah

      Eliminar